Blog da Marcy: Vida a dois





.

Mostrando postagens com marcador Vida a dois. Mostrar todas as postagens
Mostrando postagens com marcador Vida a dois. Mostrar todas as postagens

Nossa história na revista Sou Mais Eu

03/06/2013


Acho que todos conhecem minha história de amor, que conheci meu esposo na internet.
Bom tempos atras recebi um e-mail de uma repórter da revista Sou Mais Eu que tinha visto minha história AQUI no blog e gostaria de publicá-la.
Então respondi passando meus dados e entraram em contato comigo para mais detalhes.
Porém não fiquei sabendo em qual edição sairia. 
Quando foi sexta-feira uma pessoa que não conheço porém participa de um grupo em comum deixou uma mensagem dizendo que tinha visto minha história na revista.

A publicação saiu na edição na dição é 0340 em 30 de maio. E já garanti a meu exemplar.



Levei um exemplar a faculdade e meus colegas curtiram muito.
A revista estará nas bancas pelo menos até quarta-feira.

Você é Feliz?

30/06/2012


Durante um seminário para casais, perguntaram a uma das esposas: 


- 'Seu marido lhe faz feliz? Ele lhe faz feliz de verdade?' 



Neste momento, o marido levantou seu pescoço, demonstrando total segurança. Ele sabia que a sua esposa diria que sim, pois ela jamais havia reclamado de algo durante o casamento. Todavia, sua esposa respondeu a pergunta com um sonoro 'NÃO', daqueles bem redondos! 

- 'Não, o meu marido não me faz feliz'! (Neste momento o marido já procurava a porta de saída mais próxima). 

'Meu marido nunca me fez feliz e não me faz feliz! Eu sou feliz'. 

E continuou: 

'O fato de eu ser feliz ou não, não depende dele; e sim de mim.


Eu sou a única pessoa da qual depende a minha felicidade. Eu determino ser feliz em cada situação e em cada momento da minha vida, pois se a minha felicidade dependesse de alguma pessoa, coisa ou circunstância sobre a face da Terra, eu estaria com sérios problemas.

Tudo o que existe nesta vida muda constantemente: o ser humano, as riquezas, o meu corpo, o clima, o meu chefe, os prazeres, os amigos, minha saúde física e mental. E assim eu poderia citar uma lista interminável.

Eu decido ser feliz!

Se tenho hoje minha casa vazia ou cheia: sou feliz! Se vou sair acompanhada ou sozinha: sou feliz! Se meu emprego é bem remunerado ou não: eu sou feliz! Sou casada, mas era feliz quando estava solteira. Eu sou feliz por mim mesma.
As demais coisas, pessoas, momentos ou situações eu chamo de 'experiências que podem ou não me proporcionar momentos de alegria e tristeza.
Quando alguém que eu amo morre eu sou uma pessoa feliz num momento inevitável de tristeza. Aprendo com as experiências passageiras e vivo as que são eternas como amar, perdoar, ajudar, compreender, aceitar, consolar.
Há pessoas que dizem: hoje não posso ser feliz porque estou doente, porque não tenho dinheiro, porque faz muito calor, porque alguém me insultou, porque alguém deixou de me amar, porque eu não soube me dar valor, porque meu marido não é como eu esperava, porque meus filhos não me fazem felizes, porque meus amigos não me fazem felizes, porque meu emprego é medíocre e por aí vai.

Autoria desconhecida

Você quer ser feliz ou ter razão?

18/06/2012


A maioria de nós quando escuta essa frase, por mais que se questione, já tem a resposta na ponta da língua: claro que quero ser feliz!



Tantas e tantas vezes nos pegamos questionando o sentido da razão e do ser feliz!
Acreditamos que somos pessoas tolerantes e abertos a mudança. Falso bom senso...
A grande maioria de nós, quando entra em uma discussão, sempre quer sair com a razão.
Mesmo quando brigamos com aquela pessoa, justamente aquela pessoa que fazemos de tudo para agradar, para não magoar e para não brigar, não saímos satisfeitos se não levarmos a razão no final das contas.



É do ser humano, não tem jeito...



Fico me questionando até onde cedemos, até onde conseguimos perceber que algumas coisas simplesmente não são importantes...Que ter razão nem sempre significa estar certo...E que uma situação que envolve sentimento, a razão simplesmente perde o sentido...
E mesmo assim, lá estamos nós...No meio de uma briga boba, por um motivo qualquer, lutando por uma razão que não precisa existir.
Dentro dessa minha nova fase, percebo que tenho corrido demais atrás da razão...
Tenho batido muito no martelo do "estou certa", mas, não é isso que eu quero...
Mais uma vez, estou aqui tentando encontrar o meu equilíbrio. Nem sempre deixar a minha razão escondida e quetinha como eu fazia antes, mas, não transforma-la em protagonista dos meus sentimentos, onde na maioria das vezes ela nem se faz presente...

Preciso buscar ser mais feliz e ter menos razão...

Fonte:Dando Pitacos

Quando prevalece a dureza no coraçao

14/05/2012


Não existe casamento que sobreviva às pressões sem exercícios constante do perdão.Perdoar não é uma opção, é questão de sobrevivência. Só a força do perdão é capaz de reconstruir o que muitas vezes destruímos.
Quando um casal não conhece o caminho do perdão, começa haver um acúmulo de ressentimentos, de ódio, de sentimentos de vingança. Assim eles vão se tornando pessoas amargas, cínicas, mal humoradas e insatisfeitas. E tudo isso pode virar doença física, porque o corpo é o espelho da alma. Onde o perdão não prevalece, Jesus é posto do lado de fora e outro ocupa seu lugar, e o resultado final é a "morte conjugal".

    Fonte:  104 erros que um casal não pode cometer 

Compreendendo as mulheres

03/08/2011

É tão fácil entender uma mulher

 
 

 


 


Muito fácil né!! rsrs...
Simples assim ;)

Alguns Tipos de Maridos

07/05/2011


Marido teimoso - Ele acha que nunca erra, mas acaba caindo no ridículo, pois todos percebem quando ele comete algum erro.

Marido ditador - Sua autoridade é imposta e não conquistada. Costuma exigir que lhe obedeçam, mas não consegue ter o coração da família. A submissão é apenas exterior.

Marido chato - Cisma com tudo. Com a roupa, com as amigas da esposa, com namoradinho da filha, com o jeito como a esposa o recebeu. Tudo tem que ser "daquele jeitinho'.

Marido ciumento - Este tipo não consegue ganhar respeito da família de modo nenhum, pois o ciúme é sinal de insegurança e ninguém vai se submeter a quem nem acredita em si mesmo.

Marido democrático - Ao contrário do ditador, toma decisões baseado em verdadeiros plebiscitos familiares. Um marido assim, não gosta de assumir responsabilidades de uma decisão.

Marido insensível - Não percebe quando alguém em casa passa por algum problema. Está tão fechado em seu interior, que não percebe o que acontece ao seu redor.

Marido explosivo - Todos têm medo dele, pois pode tornar-se violento de uma hora para outra.

Marido crítico - Este está sempre apontando erros e defeitos em tudo o que se diz ou se faz dentro do lar. Uma pessoa assim provoca problemas sérios de autoestima em todos.

Marido insatisfeito - Por mais que se tente agradar, nunca mostra-se satisfeito.Ele sempre tem algo negativo a dizer.
 Fonte: Livro- Amar e coçar é só começar

Mais importante que os problemas

11/04/2011


Acreditamos hoje que o tipo de compromisso que fazemos uns aos outros é o que mantém nosso casamento durante as tempestades.Se esse compromisso for com a permanência, ele não será, então, superado pelos problemas financeiros, físicos ou qualquer outro que um casamento possa enfrentar.

 Mas se o nosso compromisso for fraco, até as pequenas coisas se tornam difíceis, desânimos e decepções afastarão um do outro.

O fato de as coisas se tornarem difíceis em certas ocasiões não significa que a união está condenada. Observamos que os jovens casais, em meio a névoa do romance e encantamento, pensam que a primeira briga arruinou seu enlace.Mas ela pode ser, na verdade, o começo  de uma união que só é alcançada através de serviço, lágrimas e caminhando juntos.

Os casamentos mais felizes, conforme descobrimos não são os que tem menos problemas, mas aqueles em que os parceiros se dedicam a resolvê-los juntos, sabendo que o seu compromisso mútuo é maior do qualquer problema. 


Sabemos agora que todo casamento possui elementos suficientes de desarmonia para ser  um fracasso. Mas se o compromisso de ambos permanecer forte, nenhuma doença, desventura ou dificuldade pode abalar o laço de amor.

Uma das melhores definições de amor partiu de alguém c
ujo casamento já dura há muitos anos:"Amor é aquilo que vocês atravessam juntos."É como um diamante, que não passa de pedaços de carvão negro soldados no mesmo ponto sob uma pressão tremenda. O amor conjugal profundo aumenta de valor a cada dia e ano, pois o casal luta e permanecem juntos.
                                                                                   
 Fonte:Livro Começar de novo

Quando o homem diz que não quer um relacionamento sério

16/03/2011


Tempos atrás uma amiga namorou um rapaz maravilhoso! Era lindo o moço! rsrs..
E acho que isso lhe  subia a cabeça. Quanto mais que onde ele trabalhava era rodeado de adolescentes que eram super fãs dele.
As amigas sempre a elogiava muito por namorar aquele deus grego.
O fato que ela gostava dele pra caramba e não escondia isso nem um pouco. Mas ao demonstrar isso descaradamente fazia com ele se sentisse o tal. Ela não media esforços para agradá-lo. O namoro ia muito bem, embora ela sentisse lá fundo havia algo estranho. 
Até um belo dia ele a disse que gostaria de lhe falar algo muito sério. E sabiamente ela o deu toda segurança para falar do que se tratava. 
E veio a bomba!!
E ele  disse que não estava querendo um relacionamento sério naquele momento. 
Mas sugeriu que continuassem a se verem de vez em quando

 Meninas; não se enganem. 
"
Quando um homem diz que não quer um relacionamento sério,  na verdade ele não quer um relacionamento sério é "com você".

Sabiamente ela resolveu  naquele momento colocar um ponto final. 
Disse pra ele que merecia um relacionamento melhor. Pois ela se amava muito para aceitar um relacionamento desse tipo.

''Gente!! o fato é que um namoro tem sempre que melhorar e não piorar.''

Garotas prestem muito atenção!!
 Se seu amado lhe dizer essa frase; é porque tem algo errado. No mínimo ele a tem como uma mulher para passar tempo. 

 Acreditem sempre na intuição. Se o alerta vermelho  ascender fiquem atentas. 
Quando se está apaixonada é muito fácil ignorar alguns sinais e com o passar do tempo percebemos que tudo estava bem ali na nossa frente e não vimos.




Quando prevalece a dureza do coraçao.

16/10/2010



Não existe casamento que sobreviva às pressões sem exercícios constante do perdão.Perdoar não é uma opção, é questão de sobrevivência. Só a força do perdão é capaz de reconstruir o que muitas destruimos.
Quando um casal não conhece o caminho do perdão, começa haver um acumulo de ressentimentos, de ódio, de sentimentos de vingança.Assim eles vão se tornando pessoas amargas, cínicas, mal humoradas e insatisfeitas. E tudo isso pode virar doença física, porque o corpo é o espelho da alma .Onde o perdão não prevalece, Jesus é posto do lado de fora e outro ocupa seu lugar, e o resultado final é a "morte conjugal".
                                                                                                       Fonte:104 erros que um casal não pode cometer 

O cônjugue nao vem pronto.


A maior dificuldade no relacionamento dos casais, está no fato de não compreender que o casamento é uma construção que exige tempo, dedicação, trabalho e muita paciência. Lembrem-se que maridos e esposas também não vem prontos.

O casamento é uma grande escola, onde um aprende com o outro a "ser" agente de transformação.


Quando o casal vive com esta consciência, um se torna facilitador do vida do outro e o resultado final é o crescimento em todas as áreas.Na verdade, a causa do sofrimento de muitos no relacionamento conjugal, está na falta de conhecimento dos princípios básicos que devem nortear a vida dos dois!

BLOG DA MARCY
LAYOUT POR LUSA AGÊNCIA DIGITAL